Páginas

24 de jan de 2015

A Verdadeira História de Brave (Valente)

"Merida é uma habilidosa arqueira e a impetuosa filha do Rei Fergus e da Rainha Elinor. Determinada a trilhar o seu próprio destino, Merida desafia um costume ancestral, sagrado para os poderosos senhores da terra: o intenso Lorde MacGuffin, o arrogante Lorde Macintosh e o irritante Lorde Dingwall. As ações de Merida lançam inadvertidamente o caos e a fúria no reino, e quando ela recorre a uma velha e excêntrica bruxa a ajuda vem em forma de maldição. O perigo iminente força Merida a descobrir o significado da verdadeira coragem para que possa desfazer a terrível maldição antes que seja tarde demais."


Valente foi mais um filme da Disney a qual revolucionou as histórias de conto de fadas, com seu histórico longe do "se casaram e viveram felizes para sempre...", sendo que a história gira em torno do afeto e amor entre mãe e filha. O filme foi um dos melhores da Disney, ganhando Oscar's até nas canções. A história da animação torna-se tanto juvenil e adulto quanto aquele puro infantil de que todos estão acostumados. Mas a questão é que há uma história por trás de Valente. E vamos contá-la agora...




Não foi encontrado um nome "real" de Merida, até porque pode ser este nome o próprio da verdadeira história, já que é um nome relativamente comum na região. Não foram encontrados nenhuma alteração nos nomes dos personagens, tal como Fergus e Elinor, pais de Merida, até os Lordes visitantes, portanto usarei os nomes da própria animação.

A história se passa em Gales, diferente do filme que se passa na Escócia, entre suas altas e místicas montanhas. Merida vivia com seus pais e seus três irmão gêmeos (tinham cerca de 5 anos de idade). Seu reino ficava entre as altas montanhas florestadas do País de Gales; as florestas eram cercadas por montanhas, colinas e cachoeiras. (Seus irmãos são de todo importante nessa parte da história).


Merida pegava seu cavalo e vivia a explorar as terras em volta do reino. O castelo era um tanto isolado, com alguns habitantes ao seu redor e mercadores. Seu arco-e-flecha era sua terceira mão. Ela tinha mais habilidade com arco do que homens para com bebidas. Ela era o que se podia dizer, um tipo diferente de princesa, sem todas aquelas "frescuras" e mimos por parte dela própria, da côrte e os seus pretendentes (que geralmente nem a alcançavam).



Ela era solitária, tendo seu cavalo como "maior companheiro". A idade de Merida vinha começando a obrigá-la a casar-se, devido a um ancestral costume para herdeiros do trono. Sempre que fugia do olhar severo de sua mãe, ela escapava para fora dos terrenos do castelo e partia para as florestas. Porém ela não era de toda solitária... Ela conhecia uma ex-imperatriz que fora rejeitada, e que, desde então, percorria os quatro cantos do atual Reino Unido. Era ela quem dizia a Merida "notícias" sobre os reinos afora.

E, diante dos Lordes que viriam ao castelo, que eram quatro e não três, a moça avisara a Merida que dois deles apenas planejavam, unidamente, saquear e tomar posse do reino de seu pai. Merida se assustara, e tentara conversar com seus pais, e de nada a adiantara.


Os Lordes, MacGuffin, Macintosh, Dingwall e um terceiro chegam ao reino. Dois por navios, pelas águas que dão ao mar, e outros dois pelas cavalarias por carruagens. Seus filhos, pretendentes, são apresentados a Merida e seus pais. Merida acha deplorável cada um deles e a disputa deles em que ela tentara interferir.

Não demorando muitos dias, sua mãe já havia de planejado e semi-montado a cerimônia.

Merida discute incontável e intermináveis vezes com sua mãe, ambas deixando o Rei Fergus sem posição confortável. Merida corre para a floresta depois de uma discussão que custou toda uma mesa de refeição diurna virada do avesso e as paredes com assados e massas. Merida cavalgara para a floresta, mas, diferentemente  da animação, ela fora atrás de uma bruxa de propósito, tendo sido um pouco influenciada e sugerida (a idéia) pela amiga rejeitada. 

Ela pede algo que mude a cabeça de sua mãe e a forma como o coração de sua mãe a enxerga. A bruxa lhe dá uma poção com ingredientes, Ela então volta ao castelo, dá a poção a sua mãe, e então, depois de um tempo, a tal transformação ocorre. Porém, não bem um urso em que ela se transforma (seus irmãos não se transformam).


Fergus e os Lordes presenciaram, enquanto Merida tentava acalmar sua mãe e escondê-la. Eles perseguiram a criatura por todos os terrenos do castelo. Elinor vai, então, em direção à profunda floresta. Merida desesperadamente vai atrás de sua mãe. Ela se arrepende, chora, entristece de vez. Ela tenta convencer seu pai de que a criatura é Elinor, mas inutilmente.

Ela então passa tempos na floresta ao lado de sua mãe monstro, que tentava por conta própria e por Merida se controlar. A garota encoraja-se a não abandonar a mãe, e fica ao seu lado. Na companhia de um monstro-mãe, que hora agradava-a, hora tentava atacar.



Sua mãe passa a ficar mais selvagem em cerca de dois dias, mostrando ódio monstruoso em seu olhar.

Ela então volta ao covil da bruxa, e não a encontra. Merida então, de coração partido, se apavora, e pensa consigo mesmo que deve ser corajosa, dedicada e valente por uma vez, e parte pelos quatro cantos do Reino Unido atrás da bruxa. Percorreu cerca de uma semana até encontrá-la. Elas discutem, onde a bruxa se nega a dar o antídoto para Merida. A garota, então, captura a bruxa e leva para a floresta de seu reino.

Ao chegar com a bruxa, se depara com os lordes e seu pai passando a rodear sua mãe. Merida passa a frente e tenta impedir seu pai e os lordes, que apenas a empurram para o lado. Merida amarra a bruxa em um pilar de pedra que há no local, coloca alguns tocos de madeira no pé da viga e coloca fogo ameaçando a velha bruxa.


A bruxa em desespero passa a básica fórmula, e tenta amedrontar Merida dizendo que só funcionará com o sentimento verdadeiro, e segue-se uma sincronia de "terror mental" contra a garota, onde a bruxa joga coisas n cara dela, coisas tocantes "quem é o verdadeiro monstro? Ela, ou a filha que faz tudo para perder a mãe?". Merida, com raiva, atira com seu arco e crava uma flecha no braço esquerdo da velha.

Ao voltar-se, a garota depara com uma hábil luta entre seu pai e sua mãe, e se depara com Lorde Dingwall atacando seu pai. Ela atira uma flecha em sua perna e lhe desmaia com uma pedra na cabeça. Ela implora a seu pai que entenda que a criatura era sua mãe, mas, novamente, inutilmente.

Ela desafia a autoridade de seu pai e, após o preparo rápido da poção, ela se aproxima chorando do monstro, lhe dá a poção e abraça sua mãe com força. Uma lágrima escorre atrás de outra, e ela lembra, num flash, de sua infância correndo para os braços de sua mamãe, com medo de trovões ou algum bicho que encontrava no chão... 

Sua mãe volta a sua forma humana, Eles então percebem que esqueceram a bruxa amarrada, e o ar fedia podre da velha dilacerada em chamas. Mas o pior enxergaram depois... A perna direita de Fergus estava toda ensanguentada e cortada. Eles voltaram ao palácio, e os Lordes foram embora, tendo ficado um deles, Dingwall, ali mesmo...Nas masmorras.



A perna de Fergus precisara ser amputada. Sim, foi com Elinor que ele perdeu a perna, e não com outra criatura. Tudo resolvera-se, e Elinor permitiu que Merida se casasse apenas quando passasse a amar alguém.

Tudo estava bem, exceto por um detalhe... Os irmãos trigêmeos de Merida. Eles haviam desaparecido. Buscam foram feitas durante meses... E nem sombra de sinal de sequer um fio vermelho de cabelo...

E assim, uma lenda passou a percorrer a floresta... Dos três garotinhos de fogo que vagavam pelas matas, protegendo os puros em seus caminhos... Seus caminhos, em busca de liberdade...



4 comentários:

  1. No filme os irmãos ficaram desaparecidos?

    ResponderExcluir
  2. Não, no filme eles tomam a porção e também viram pequenos ursos.

    ResponderExcluir
  3. Na verdade são 4 clãs como o rei Fergus abre seu discurso, na verdade, o quarto clã é representado pela sua linhagem que é Dunbroch.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...